Reunião conjunta dos Conselhos Consultivos da Área de Proteção Ambiental de Guaraqueçaba e Estação Ecológica de Guaraqueçaba – 2013

Convite para reunião conjunta dos Conselhos Consultivos da Área de Proteção Ambiental de Guaraqueçaba e Estação Ecológica de Guaraqueçaba
Convidamos todos a participar da reunião conjunta:
1a Reunião Ordinária de 2013 do Conselho Consultivo da Área de Proteção Ambiental (APA) de Guaraqueçaba –CONAPA; e
1a Reunião Ordinária de 2013 do Conselho Consultivo da Estação Ecológica (ESEC) de Guaraqueçaba –COSEC
A reunião será realizada nos dias 04 e 05 de Dezembro de 2013,quarta e quinta-feira, na sede do Formar/Sindicato dos Metalúrgicos, na cidade de Guaraqueçaba/PR, iniciando-se às 14 horas do dia 04 e encerrando-se ao meio-dia do dia 05, com a seguinte pauta:
Reunião dos Conselhos da APA e da ESEC de Guaraqueçaba:
04/12/13,Quarta-feira, Sede do Formar/Sindicato dos Metalúrgicos, 14hs às 18hs:
· pauta conjunta CONAPA/COSEC:
– Leitura da ata da última reunião.
– Apresentação dos novos gestores e equipes da APA de Guaraqueçaba, da Esec de Guaraqueçaba e da Reserva Biológica Bom Jesus.
– GT de reestruturação do CONAPA e continuidade dos trabalhos.
– Prioridades de gestão das Unidades de Conservação.
– Mosaico Lagamar e a formação do seu conselho.
– Divulgação de projetos e iniciativas em andamento na região
– Assuntos Gerais.
05/12/13,Quinta-feira, Sede do Formar/Sindicato dos Metalúrgicos, 8hs às 12hs:
· Pauta específica CONAPA:
– Discussão das prioridades de gestão da APA de Guaraqueçaba e estratégias para envolvimento do CONAPA nestas ações;
– Plano de Ação do CONAPA;
– Assuntos gerais
· Pauta específica COSEC:
– Discussão do Regimento Interno e do Plano de Ação do COSEC para 2014;
– Discussão das prioridades de gestão da ESEC Guaraqueçaba e estratégias para envolvimento do COSEC nestas ações;
– Assuntos gerais
·
Encerramento das Reuniões e Almoço.
Informamos que o ICMBio apoiará a participação dos conselheiros das comunidades e das instituições sem fins lucrativos da sociedade civil.
Solicitamos confirmação de participação até o dia 29/11/13, através do e-mail franciele.lopes@icmbio.gov.br, ou com Franciele em Guaraqueçaba através do telefone (41) 3482-1286 (atende a cobrar), ou ainda no endereço: Rua Paula Miranda, n.° 10, Guaraqueçaba/PR.

Foi criada a Reserva Biológica do Bom Jesus.

No dia 05 de junho de 2012, em comemoração ao Dia do Meio Ambiente, a presidente Dilma criou a Reserva Biológica do Bom Jesus. O decreto foi publicado no DOU de 06/06/12.

Com cerca de 34 mil ha, a REBIO Bom Jesus abrange parte dos municípios de Guaraqueçaba, Antonina e Paranaguá/PR. Ela inclui a área da Fazenda Bom Jesus, mais algumas áreas particulares. Importante ressaltar que nenhuma comunidade encontra-se dentro da área da REBIO, que abrange somente áreas de vegetação sem atividades produtivas ou moradias.

De acordo com o SNUC, a REBIO tem como objetivo a preservação integral da biota e demais atributos naturais existentes em seus limites, sem interferência humana direta ou modificações ambientais, excetuando-se as medidas de recuperação de seus ecossistemas alterados e as ações de manejo necessárias para recuperar e preservar o equilíbrio natural, a diversidade biológica e os processos ecológicos naturais.

É uma categoria restritiva de UC, cuja visitação é proibida e a gestão deve ser voltada para a proteção, a pesquisa científica e a educação ambiental.

O decreto de criação da REBIO pode ser conferido aqui.

Conselho da ESEC de Guaraqueçaba é empossado e gestão participativa das UC de Guaraqueçaba se fortalece.

No dia 10/05/2012, em reunião conjunta dos Conselhos Consultivos da APA de Guaraqueçaba, PARNA do Superagui e ESEC de Guaraqueçaba, foi realizada a posse dos conselheiros do COSEC, Conselho da ESEC de Guaraqueçaba.

A portaria ICMBio 03/12 foi publicada em 05 de janeiro de 2012, formalizando a criação do Conselho. A mobilização para formação do COSEC ocorreu no início de 2011 e ao longo do ano foram realizadas atividades de capacitação e estruturação do Conselho, que inicia sua atividades com regimento interno estabelecido e integrado com os outros dois conselhos de UC atuantes na região.

Conselheiros do COSEC recém empossados.

Os conselhos das Unidades de Conservação de Guaraqueçaba usualmente realizam reuniões conjuntas, como uma forma de otimizar o espaço de participação, ampliando a discussão de temas comuns à gestão destas UC e das comunidades e instituições existentes e atuantes no território. Nessa reunião, as pautasmais relevantes discutidas foram o andamento do Plano de Manejo do PARNA Superagui que está para ser iniciado, o trabalho que vem sendo feito visando a reestruturação e fortalecimento dos conselhos, revisão e consolidação de suas atribuições e rediscução das representações que devem estar presentes nos conselhos, apresentação das CT´s e GT´s, apresentação de resultados de pesquisas realizadas recentemente sobre pesca artesanal, entre outras.

A reunião conjunta possibilita a promoção de maior integração entre os conselhos, ampliando a gestão participativa e harmonizando a mesma com o planejamento e os objetivos estratégicos de gestão integrada das UC.

Participantes da reunião conjunta CONAPA, CONPARNA e COSEC (foto: Andreia).

Planejamento estratégico do ICMBio

Nos dias 03 e 04/05/12, as Unidades de Conservação vinculadas à Coordenação Regional 09, que inclui todas as UCs dos estados de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, estiveram reunidas na ACADEBIO para a Oficina de Planejamento Estratégico do Instituto.

UCs da CR9 participando da apresentação do SIGE.

Nessa oficina, foram discutidos os resultados do acompanhamento realizado no ano de 2011, as perspectivas para 2012, bem como foi apresentado o novo Sistema de Gestão Estratégica do ICMBio, o SIGE. Agora, o acompanhamento do cumprimento dos objetivos estratégicos do Instituto por parte das Unidades de Conservação será muito mais fácil e rápido.

O SIGE é um sistema online, em que cada UC tem uma senha para acompanhamento e alimentação das ações realizadas mês a mês, possibilitando a melhor visualização das atividades e resultados alcançados ao longo do ano e a identificação das falhas e possibilidades de melhoria na gestão das Unidades.

O SIGE é uma ferramenta importante e traz uma grande melhoria no processo de Planejamento Estratégico e Gestão voltada a Resultados que o ICMBio vem conduzindo desde 2010. Ele também facilita a presentação dos resultados obtidos para a sociedade como um todo, aumentando a transparência da gestão.

A ACADEBIO, espaço  de formação e eventos do ICMBio.

UCs do litoral do Paraná participam de curso de identificação de estágios sucessionais.

No dia 20/04/2012, servidores das Unidades de Conservação Federais do Litoral do Paraná participaram de um curso sobre Identificação de Estágios Sucessionais da Floresta Atlântica, organizado junto com a SPVS.

O curso ocorreu na Reserva Natual do Cachoeira, da SPVS, e foi ministrado pelo Biólogo Ricardo Miranda Britez. O principal objetivo do curso foi possibilitar aos servidores uma melhor identificação dos estágios sucessionais da Floresta em campo, pois essa é uma necessidade corrente em processos de licenciamento e autorizações.

Início do curso com identificação de mapas da área.

A identificação exata do estágio em que se encontra um remanescente de floresta é uma tarefa complexa, que demanda conhecimento anterior sobre a área, como que atividade era realizada antes da recomposição, bem como o tempo em que a floresta foi deixada para se regenerar. Fatores como solo, clima, declividade, entre outros, também podem influenciar de maneira significativa na identificação.

O curso demonstrou essas dificuldades mas tentou facilitar um pouco o trabalho dos técnicos em campo, com a identificação de algumas características que auxiliam nessa categorização.

Trilha em área de estágio inicial de regeneração.

Ao longo do dia a turma percorreu diversos locais, com remanescentes em variados estágios de recuperação, identificando o estágio em que se encontrava e comparando as diferenças entre cada um deles. Podemos dizer que, ao final desse dia de trabalho, a questão da identificação dos estágios sucessionais ficou bem mais clara e, agora, podemos dar pareceres mais seguros quando demandado.

Turma em local em estágio inicial a médio de regeneração.

Muito obrigado à SPVS e em especial ao Ricardo Britez por essa oportunidade. Esperamos fazer mais eventos desse tipo, pois eles são de grande importância para melhorar o trabalho realizado nas UCs.

Participaram desse curso os seguintes servidores: Ana Carolina Saupe (APA de Guaraqueçaba), Aroldo Correa da Fonseca (ESEC de Guaraqueçaba), Cecil Maya (ESEC de Guaraqueçaba), Marcelo Bresolim (PARNA Superagui), Guadalupe Vivekananda (PARNA Superagui) e Luiz Francisco Faraco (PARNA Saint Hilaire-Lange).

Turma que participou do curso.

Paraná lança Programa Bioclima.

No dia 24/04/2012, o governador Beto Richa realizou o lançamento do Programa Bioclima. O evento contou com a participação de diversas autoridades, como o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci,  diversos deputados e representantes de províncias da Coréia do Sul, que virem prestigiar o evento.

O programa Bioclima Paraná reúne um conjunto de medidas voltadas para a conservação e a restauração da biodiversidade, numa iniciativa inovadora do governo estadual no sentido de tentar transformar o Paraná em referência de conservação ambiental.

Dentre as várias propostas incluídas no programa, na apresentação foram ressaltados o Pagamento por serviços ambientais, a criação de novas UCs estaduais, mapeamento da vegetação remanescente e implemento na fiscalização.

Duas iniciativas do programa Bioclima Paraná já foram propostas pelo governo e aprovadas pela Assembleia Legislativa, sendo elas o pagamento por serviços ambientais para produtores rurais que conservem a vegetação nativa além do que é determinado por lei e a lei que institui a Política Estadual de Mudanças Climáticas voltada para a proteção das fontes naturais de água, redução dos gastos de energia, investimento em energias alternativas, captura de carbono, educação ambiental, ampliação da coleta seletiva de lixo, entre outras.

Esperamos que essa iniciativa traga melhorias para a conservação da biodiversidade no Paraná e que se torne referência para outros estados e países.

Ecoteca Digital

A Ecoteca Digital é uma iniciativa da ONG Terra Brasilis, cuja sede está localizada em Belo Horizonte/MG. Com o objetivo de auxiliar aqueles que hoje trabalham com Unidades de Conservação e demais áreas protegidas, foi criada uma biblioteca digital com trabalhos relacionados ao tema. O acervo conta com trabalhos disponíveis em meio eletrônico e serão catalogados somente os trabalhos que forem autorizados pelo autor ou detentor dos direitos sobre a publicação.

                                            

A Ecoteca foi dividida em temas, sendo eles:

  • Ações com o Entorno
  • Conselhos Consultivos
  • Diversos
  • Educação Ambiental
  • Espeleologia
  • Gestão
  • Legislação
  • Mapas e Cartografia
  • Monitoramento
  • Pesquisas
  • Planos de Manejo
  • Prevenção e Combate a Incêndios Florestais
  • Uso Público
  • Voluntariado

Para conhecer e consultar a Ecoteca é só acessar o link Ecoteca Digital.

A Terra Brasilis está aberta a contribuições para a melhoria da Ecoteca, sendo que os interessados poderão mandar sugestões, críticas e indicar erros que porventura existam.

Essa é uma iniciativa interessante de agregar o conhecimento existente nessas áreas como auxílio para os gestores de áreas protegidas e pode vir a servir de fonte de consulta para projetos desenvolvidos nessas áreas.